domingo, 13 de setembro de 2009

Segunda parte

Vou insistir na mão dupla... então segue a segunda parte do prelúdio do livro.
Para mim, este trecho fala sobre o ponto justo, o exato, o agora. O estar presente. Quem sabe a melhor forma de oração seja conseguirmos ter o amor presente no que temos aqui e agora. A melhor receita de conexão, de felicidade e paz. E você, o que acha?

"E caso sua contribuição para o mundo e a conquista da sua felicidade não dependam da descoberta de um novo método de rezar ou de uma técnica de meditação mais adequada, nem de ler o livro certo ou comparecer ao seminário apropriado, e sim de você realmente ver e apreciar profundamente a si mesmo e ao mundo como eles são neste momento?
Como isso afetaria sua busca de crescimento espiritual?"

Foto: minha experiência de "conexão com o infinito". Na foto a Thaisa, junto no ar.

2 comentários:

Eliziane disse...

Amiga, percebo uma grande dificuldade em nós como humanos de nos olharmos no espelho e nos conhecermos melhor. Simplesmente vamos levando sem parar e refletir sobre nossas atitudes, escolhas.....no entanto somos rápidos em julgar, comentar e bisbilhotar as atitudes alheias.
Acredito que nosso crescimento espiritual está diretamente relacionado a proporção que invertemos esta situação. Ter a coragem de nos conhecermos primeiro para depois abrirmos nossos corações ao próximo.

Laís disse...

Rachel, que bom te ler! adorei o blog. linda a foto! bjs... Laís.

 

Impressões © 2010

temas blogspot -