sexta-feira, 22 de maio de 2009

Pausa para a saudade

Bem, meu sumiço nestes dias tem um motivo triste. E só agora consigo escrever sobre isso:
A partida da minha avó desta vida.
Tudo aconteceu rápido, inesperado, mas não tão depressa que não tenha dado tempo para os protocolos do coração: Susto, medo, expectativa, tristeza, despedida, sofrimento, orgulho, ressaca, nostalgia.
Neste processo me dei conta de que ela foi para mim uma referência à distância, de força, alegria, suavidade, energia positiva, dedicação, doação e simplicidade.

Ela teve o Dia das Mães para se despedir dos filhos e netos. E então partiu, suavemente.
Deixou uma família de pessoas nobres, pacíficas e verdadeiras. Não poderia haver mais lindo legado.
Obrigada, vó.

3 comentários:

Evani disse...

Ainda não consigo assimilar o acontecido, não parece verdade. Parecia que estava tão distante...
As palavras me fogem.
Você falou tudo...
Mas uma coisa foi fundamental: A UNIÃO DA FAMÍLIA.

Anônimo disse...

Sim, è exatamente isso..
Uma vida simples, de muito trabalho. As suas qualidades nunca foram apontados em voz alta,os elogios sempre discretos .Nunca saberemos quanto bem ela fez aos outros. A Vò havia a humildade tipica de uma pessoa nobre.
Mas o legado se ve e se sente muito facilmente quando se conhece os filhos ,os netos, a sua grande familia .
Grazie di tutto nona Nichele, ancora un tanto italiana, arrivederci!

Alexandre Pacheco disse...

Rachel, tua vozinha apenas concluiu seu ciclo aqui na Terra, agora vive sem as mazelas da carne humana no nosso mundo espiritual, cada dia mais próxima de Deus... Fique bem.

 

Impressões © 2010

temas blogspot -